Tubulação de Hidrante sistema rosqueado e ranhurado grooved

Escrito por Vítor Fernandes

Diretor na OFOS com mais de 10 anos de experiência no mercado de prevenção e combate a incêndios

A tubulação de incêndio da rede de hidrantes conduz a água do reservatório de emergência, que irá abastecer as mangueiras e ajudará no combate às chamas. É de extrema importância que tenham a pressão correta, indicada em projeto, para que possam atender toda a área da edificação.

Ao longo deste artigo vamos abordar alguns tópicos importantes, para que você mantenha o sistema de tubulação de hidrantes do seu imóvel em ordem.

Veja a seguir:

  • A Tubulação de Hidrante;
  • Tubulação de Incêndio com Rosca ou Ranhuras (Grooved)?
  • Diferença do Tubo com Costura e do Tubo sem Costura;
  • Teste Hidrostático em Tubulação de Incêndio;
  • A Tubulação de Incêndio pode ser de PVC?
  • Dicas de Conservação da Tubulação de Hidrante.

A Tubulação de Hidrante

A tubulação da rede de hidrantes não pode ter diâmetro nominal menor do que 2 ½”. O sistema composto pela tubulação, conexões e acessórios, deve ser capaz de resistir ao calor e aos esforços mecânicos mantendo sua estanqueidade.

Para evitar acidentes, toda a tubulação do sistema que estiver aparente, deve ser pintada na cor vermelha. A IT nº 22 do Corpo de Bombeiros permite que seja pintada de outra cor, mas nesse caso, deve ser identificada com anéis vermelhos de 20 cm de largura, dispostos a cada 3 metros de tubo.

O material dos tubos deve ser de aço carbono e seguir as normas NBR 5580 e NBR 5590. Os tubos podem ser fabricas com as pontas lisas, com roscas ou com grooved.

Cada ponto do suporte para a tubulação de incêndio deve ser capaz de suportar cinco vezes o peso do tubo cheio de água mais 100 kg. Os suportes devem estar dispostos no máximo, a cada 4 metros de distância.

Um dos principais problemas encontrados nos tubos de aço carbono é a corrosão. Por isso é muito importante que passem por um processo denominado de galvanização a fogo. Esse processo nada mais é, do que a aplicação de uma fina camada de zinco no aço. Esse revestimento confere maior resistência contra a corrosão, pois impede o contato do aço com a água, prolongando sua vida útil.

Tubulação de Incêndio com Rosca ou Ranhuras (Grooved)?

Tubulação de Incêndio com rosca ou ranhurada ou ranhurada grooved

A esquerda, vemos tubos com rosca e a direita, conexões do sistema grooved

O tipo de tubulação mais largamente utilizado é a com rosca. Apesar de ser um sistema confiável, sua montagem é lenta e faz muita sujeira. A máquina que faz a rosca nas tubulações usa muito óleo e gera muita sobra de material.

Outro ponto negativo do sistema roscado é em relação a pintura, pois instalar um tubo pintado é garantia de estragar a superfície, necessitando a repintura. Mas se for instalado sem pintar, pode ser muito difícil fazer depois, dependendo da localização do tubo.

Mas de alguns anos para cá, cada vez mais a tubulação ranhurada grooved vem ganhando espaço. E ela é com certeza, o sistema mais versátil e moderno disponível. Veja as principais características deste sistema:

  • Sua principal vantagem é na rapidez da instalação. Podem ser instalados 3 vezes ou mais rápidos do que a tubulação com rosca;
  • A velocidade da instalação gera economia com mão de obra;
  • É muito mais fácil realizar serviços de reparo e manutenção. A troca de uma conexão ou substituição de um trecho com vazamento é muito mais rápido e limpo;
  • Por não precisar fazer roscas com a máquina, não gera nada de sujeira;

Diferença do Tubo com Costura e do Tubo sem Costura

Além das características que já vimos os tubos também se diferenciam por duas formas de fabricação, com ou sem costura. Veja abaixo suas diferenças:

  • Tubos com costura: São produzidos a partir da soldagem das duas extremidades de uma chapa de aço. O tubo é soldado por alta frequência e suporta até 150 LBS de pressão. São indicados para a condução de materiais onde a pressão não seja tão alta.
  • Tubos sem costura: Não passam por qualquer tipo de soldagem. São formados a partir de um pedaço sólido de aço que é perfurado. São recomendados para uso em situações de condução de materiais em alta pressão. Isso não significa que os tubos com costura não são confiáveis, apenas não são indicados para situações de muita pressão.

Então o tipo mais indicado para a tubulação da rede de hidrantes é o tubo com costura. Apesar de ser inferior ao tubo sem costura, suporta uma pressão de trabalho mais que o suficiente e é bem mais em conta.

Teste Hidrostático em Tubulação de Incêndio

O Teste Hidrostático é a maneira mais eficaz de identificar furos, trincos e vazamentos na tubulação e nas conexões. Também conhecido como de Teste de Estanqueidade, garante que a rede suporte a pressão exigida em Projeto de Proteção e Combate a Incêndio.

Segundo a NBR 13714 O teste deve ser feito sob pressão hidrostática equivalente a 1,5 vez a pressão máxima de trabalho, ou 1 500 kPa no mínimo. O teste dura 2h e nenhum vazamento, por menor que seja, é tolerado.

É de suma importância que esse teste seja realizado anualmente, para garantir a integridade da rede. A queda da pressão devido a problemas de vazamento, vai prejudicar o desempenho das mangueiras de incêndio, que não conseguirão alcançar áreas que deveriam normalmente. Isso irá criar um ponto onde não será possível combater as chamas com as mangueiras, deixando o imóvel e seus ocupantes mais vulneráveis.

A Tubulação de Incêndio pode ser de PVC?

Não. A utilização de PVC, em especial aquele comum, utilizado na rede de água e esgoto, é totalmente proibido. Existe apenas uma exceção para os materiais termoplástico: se forem enterrados, fora da projeção da planta da edificação e satisfazerem os requisitos de pressão e esforços mecânicos.

Dicas de Conservação da Tubulação de Hidrante

  • Conserte vazamentos assim que os identificar. Mesmo o menor furo, ao longo do tempo, pode causar sérias corrosões.
  • Fique de olho especialmente e válvulas em registros. Com o manuseio, elas ficam desgastadas e são os lugares onde mais ocorrem vazamentos.
  • Faça o teste de estanqueidade uma vez ao ano. Isso garante a integridade da rede de tubulação.
  • Repinte locais onde a tinta descascou. Ela age também como um agente protetor.
  • Revise os suportes da tubulação e certifique-se estarem firmes. Caso contrário, pode forçar as conexões e gerar vazamentos.

Quer saber mais detalhes?

Entre em nosso site www.ofos.com.br e visite nossa página no LinkedIn.

Tem curiosidade de saber como está a legislação contra incêndio hoje me dia? acesso este artigo que trata sobre as mais recentes mudanças.

4 respostas
  1. marco antonio o nascimento
    marco antonio o nascimento says:

    Material muito orientativo para iniciação de obras para CLCB e AVCB em edificações.
    Comprometimento da empresa nota 10.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp WhatsApp - Fale Conosco