A importância do Treinamento de Brigada de Incêndio

Postado por Thais Silva

O que é o Treinamento de Brigada de Incêndio?

O Treinamento de Brigada de Incêndio é um curso obrigatório para a obtenção ou renovação do AVCB – Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros. Esta obrigatoriedade, leva em conta, o tamanho da população da edificação, tipo de ocupação e grau de risco. O curso é ministrado para uma porcentagem das pessoas que ocupam o imóvel, que varia de uma edificação para outra.

A principal função do brigadista é fazer a prevenção e combate de um princípio de incêndio. Além de, ser responsável por orientar os ocupantes do edifício sobre o abandono do local. Uma brigada bem treinada, protege vidas, patrimônio, bem como reduz os danos ao meio ambiente.

Vale ressaltar, que a brigada de incêndio combate apenas o foco inicial de incêndio. Se a situação sai do controle, o trabalho deve ser deixado a cargo do Corpo de Bombeiros.

O curso de brigada deverá ser ministrado por profissional capacitado. Ele(a) pode ser Bombeiro Militar ou Engenheiro Técnico de Segurança do Trabalho. Além das duas funções citadas acima, capacitará o aluno a:

  • Orientar as pessoas presentes em locais de risco;
  • Identificar situações de emergência;
  • Acionar o alarme de incêndio;
  • Contatar o Corpo de Bombeiros;
  • Executar os primeiros socorros.

Qual a duração do Treinamento de Brigada de Incêndio e quem deve participar

O tipo Treinamento de Brigada de Incêndio a ser realizado, dependerá do tamanho da população da edificação, tipo de ocupação e grau de risco que está classificada. O treinamento está dividido em 3 níveis:

  • Básico: Tem duração mínima de 4 horas. Este treinamento é realizado na própria empresa. Serve para edificações menores e com baixo risco.
  • Intermediário: Tem duração mínima de 8 horas. Este treinamento é realizado em campo específico para esta atividade. Servem para áreas com risco médio, como casas noturnas e depósitos com risco médio de incêndio.
  • Avançado: Tem duração mínima de 24 horas. Assim como o intermediário, também é realizado em campo específico para esta atividade. Servem para áreas com alto risco, como depósitos de explosivos e líquidos inflamáveis por exemplo.

Existem alguns pré-requisitos mínimos, legais, para alguém ser brigadista da edificação que ocupa. A pessoa tem que ser maior de 18 anos, ser alfabetizada, ter boa condição física e de saúde e possuir bom conhecimento das instalações da edificação. Além disso, devem se preferidos, os colaboradores das áreas de elétrica, hidráulica e manutenção geral.

Como sei que minha edificação precisa passar pelo treinamento de brigadistas?

No geral, edificações com área superior a 750 m², sejam comerciais ou residenciais, devem possuir Equipe de Brigada treinada. A única edificação totalmente isenta do treinamento, são as residências unifamiliares.
Em duas outras situações é permitido a contratação de brigadistas. No caso de eventos temporários e em locais para reunião de público como:

  • Local religioso ou de velório;
  • Centros esportivos e de exibição;
  • Auditórios e espaços de artes cênicas;
  • Casas noturnas.

A quantidade de brigadistas no local irá variar de acordo com o público do evento. O número de brigadistas pode ser definido, de acordo com a quantidade de ingressos vendidos.

Qual a validade do Treinamento de Brigada de Incêndio?

O Treinamento de Brigada de Incêndio tem validade de 12 meses e após esse período deve ser renovado. Caso mais de 50% dos brigadistas venham a se desligar da empresa, o Treinamento deve ser renovado antes de seu vencimento. Sem o Treinamento em dia o AVCB pode não ser renovado e até cassado.

Qual a diferença entre o Treinamento de Brigada de Incêndio e o PALT – Plano de Abandono de Local de Trabalho?

Diferentemente do Treinamento de Brigada de Incêndio, o Plano de Abandono é recomendável à todas as edificações. Porém, é obrigatório somente para alguns tipos de uso. Cria basicamente, diretrizes para abandono do edifício em caso de sinistro. Indica quais são as rotas de fuga através de plantas que devem estar presentes em todos os andares da edificação. Além disso, indica o posicionamento dos equipamentos de combate a incêndio.

Para saber se sua edificação precisa de um plano, é necessário consultar a legislação com a ajuda de uma empresa especializada, que identificará o risco do imóvel.

* Este texto foi escrito com a contribuição do Vítor Fernandes, Diretor da OFOS.

Quer saber mais detalhes?

Entre em nosso site www.ofos.com.br e visite nossa página no LinkedIn.

Quer se aprofundar um pouco mais nos assuntos de prevenção de incêndios? Acesse nossos outros artigos, como este sobre a importância da manutenção nos equipamentos.

Ou deixe no formulário abaixo, suas dúvidas, sugestões e críticas.

Caso queira falar conosco, deixe sua mensagem abaixo.

This contact form is deactivated because you refused to accept Google reCaptcha service which is necessary to validate any messages sent by the form.
11 respostas
  1. Rubens
    Rubens says:

    Olá! Estou pesquisando alguns coisas e vim parar aqui. Bom
    trabalho. Estava pesquisando plantas energéticas em casa,
    e vim parar aqui, muito foi legal.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WhatsApp WhatsApp - Fale Conosco