Manutenção Preventiva de Sistema de Prevenção e Combate a Incêndios

Escrito por Vítor Fernandes

Diretor na OFOS com mais de 10 anos de experiência no mercado de prevenção e combate a incêndios

Manutenção de Sistema de Incêndio é um tema de extrema importância, mas geralmente tratado sem importância pelas empresas e donos de imóveis. Apenas com a manutenção preventiva em dia, seu imóvel e os ocupantes podem estar 100% seguros. De nada adianta ter um sistema instalado se ele não funciona na hora que há necessidade.

Ao longo do texto, vou tratar sobre os seguintes tópicos:

  • A importância da Manutenção Preventiva do Sistema de Prevenção e Combate a Incêndios;
  • Periodicidade da Manutenção de Sistema de Incêndio;
  • Principais pontos de atenção;
    • Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio;
    • Sistema de Hidrantes e Mangotinhos;
    • Sistema de Iluminação de Emergência;
    • Saídas de Emergência e Rotas de Fuga;
    • Extintores de Incêndio;
    • Sinalização de Emergência;
    • Sistema de Sprinkler (Chuveiros Automáticos);
  • Dicas para manter seus Equipamentos de Combate a Incêndio em dia

Espero que goste da leitura!


A importância da Manutenção Preventiva de Sistema de Prevenção e Combate a Incêndios 

Tão importante quanto a instalação dos sistemas e equipamentos de prevenção e combate a incêndios adequados, é a sua manutenção. É comum durante as vistorias de nossos técnicos, nos depararmos com equipamentos em péssimo estado de conservação. Abaixo podemos ver alguns exemplos:

A manutenção do sistema de incêndio, com atenção a manutenção preventiva, garante que os equipamentos estejam em perfeito estado de funcionamento em caso de sinistro com fogo. É muito importante que os equipamentos funcionem corretamente, para que os ocupantes do imóvel possam reagir rapidamente, tanto para apagar o fogo, quanto para evacuar o local.

A grande maioria dos incêndios podem ser controlados, se o combate às chamas for feito de maneira rápida e eficiente. Um pequeno incêndio pode ser facilmente controlado com um único extintor. Mas se o fogo ele se alastrar, apenas o Corpo de Bombeiros com equipamentos mais robustos, poderá conter as chamas.

Periodicidade da Manutenção de Sistema de Incêndio

Cada um dos sistemas de prevenção e combate a incêndio, alguns deles já comentados aqui, possuem periodicidade diferente para sua manutenção. Podem haver exceções, mas variam basicamente de 1 até 12 meses, dependendo do equipamento.

A carga das baterias de alimentação das centrais de alarme e detecção, por exemplo, deve ser checada todo mês. Já os extintores de incêndio devem passar por uma manutenção de nível II obrigatória a cada 12 meses. Somente uma equipe especializada

Principais pontos de atenção para Sistemas de Prevenção a Incêndios

A seguir estão listados os principais sistemas de prevenção e combate a incêndio. São comumente encontrados em edifícios comercias, residências, shoppings, galpões, indústrias, hospitais, etc. Para cada um deles foram identificados os pontos de maior atenção, quando da realização da manutenção do sistema de incêndio.

Manutenção no Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio

O monitoramento através de um sistema de detecção e alarme de incêndio, permite que o fogo seja detectado logo de início. Um sinal sonoro e visual é emitido e a central identifica onde o fogo está localizado. Os ocupantes podem assim, evacuar o local, e os brigadistas agirem para controlar o incêndio.

Fique atento aos seguintes pontos, quanto se trata dos equipamentos de detecção e alarme de incêndio:

  • A central de alarme e detecção está instalada em local com vigilância constante?
  • Ao serem acionados, os alarmes funcionam? Podem ser escutados de qualquer local?
  • Ao serem testados com gás, os detectores de fumaça são acionados?
  • Os acionadores manuais funcionam ao serem testados? Estão supervisionando, ou seja, com as lâmpadas led piscando?
  • As baterias fornecem autonomia mínima de 15 minutos para a central de incêndio, em caso de queda de energia?
  • A infraestrutura do sistema é de material metálico ou PVC não propagante de fogo e de uso exclusivo para o sistema?

Manutenção no Sistema de Hidrantes e Mangotinhos

O sistema de hidrantes e mangotinhos, só precisa ser instalado em imóveis com mais de 750 m² e são de vital importância para combater incêndios de grandes proporções. Uma vez que o extintor não se faz mais útil, por ter uma baixa capacidade, os hidrantes entram em ação. Possuem alta capacidade de dispersão de água e tem alcance para chegar a qualquer parte da edificação.

Você deve ter bastante atenção durante a manutenção, em especial a estes pontos:

  • Foi constituída uma reserva de incêndio técnica, através de um reservatório exclusivo, com bomba de incêndio, para atender os hidrantes?
  • Os acionadores manuais da bomba de incêndio, funcionam quando acionados?
  • Os abrigos de hidrates estão com todos os equipamentos como, mangueira, conexões, bicos e chave storz?
  • Os hidrantes estão distribuídos, de modo que, com uma mangueira de 30m é possível atingir qualquer área do edifício?
  • As mangueiras estão com a validade (12 meses) do teste hidrostático em dia?
  • Os hidrantes estão devidamente pintados, sinalizados e em bom estado de conservação?
  • Toda a tubulação e conexões estão pintadas de vermelho e sem nenhum vazamento?
  • A caixa de recalque está bem sinalizada, desobstruída e com seus componentes vitais completos?
  • Ao testar o sistema através de um dos hidrantes, o jato de água atinge a distância mínima de 10m?

Manutenção no Sistema de Iluminação de Emergência

A iluminação de emergência garante que em caso de falta de luz ou baixa visibilidade, os ocupantes se orientem pelas saídas de emergência. Também possibilita o acesso a locais importantes como as casas de bombas de incêndio e das máquinas dos elevadores, por exemplo.

Os principais pontos que você deve estar atento quanto a iluminação de emergência são:

  • Todas as rotas de fuga estão equipadas com luminárias de emergência?
  • Em caso de corte de energia todas estão em pleno funcionamento?
  • A autonomia das luminárias é de no mínimo 1 hora?
  • A infraestrutura do sistema é de material metálico ou PVC não propagante de fogo?
  • Luminárias do tipo bloco autônomo estão conectas permanentemente na rede elétrica?

Manutenção nas Saídas de Emergência e Rotas de Fuga

As rotas de fuga são de extrema importância para conduzir os ocupantes para fora da edificação. Elas são constituídas de corredores, escadas, portas, rampas e até elevadores especiais. Vale lembrar o caso da Boate Kiss, onde em meio ao caos, falta de sinalização e rota de fuga adequada, centenas de jovens morreram.

Veja os principais pontos que devem ser observados em se tratando de saídas de emergência e rotas de fuga:

  • Possuí sinalização fotoluminescente de acordo com as normas?
  • Existem objetos obstruindo o caminho? Como caixas, móveis, etc.?
  • As portas corta-fogo estão reguladas e funcionando em perfeito estado?
  • Possuí iluminação de emergência adequada?
  • Os corrimãos e guarda-corpos de escadas e rampas estão bem instalados e na altura correta?

Manutenção nos Extintores de Incêndio

Os extintores de incêndio são a primeira linha de combate diante do princípio de fogo. São equipamentos de fácil operar por qualquer pessoa e muito eficientes. Existem diferentes tipos de extintor e podem ser utilizados para os mais variados tipos de incêndio, como elétrico, combustível, papel, gordura e outros.

Fique de olho, nos aspectos mais importantes que você deve notar ao inspecionar seus extintores de incêndio:

  • Estão instalados em quantidade e locais adequados?
  • Possuem a sinalização correspondente e de acordo com a norma?
  • O aspecto visual dos componentes (gatilho, mangueira, etc.) está em ordem?
  • O nível de pressão está adequado de acordo com o mostrador?
  • Está com o lacre ou anel de identificação violado?
  • O cilindro apresenta corrosão, ferrugem, amassados ou batidas?
  • A data de validade desde a última manutenção está em dia?

Manutenção na Sinalização de Emergência

A sinalização de emergência serve como guia para orientar os ocupantes pelas saídas de emergência e rotas de fuga do edifício. Além disso, servem para orientar os ocupantes sobre os equipamentos de combate a incêndio disponíveis no local. Com características que ajudam na sua identificação, elas facilitam a ação de combate e fuga.

Atente-se aos seguintes pontos, quando realizar a manutenção da sinalização de emergência:

  • A sinalização possuí nome e CNPJ do fabricante?
  • Ela se destaca visualmente no local onde foi instalada?
  • A sinalização está instalada a no mínimo 1,80m do piso?
  • Seu efeito fotoluminescente está funcionando?

Manutenção no Sistema de Sprinkler (Chuveiros Automáticos)

O sistema de sprinkler tem um alto custo para ser implantado, e é utilizado normalmente em locais muito grandes (como armazéns, industrias e shopping centers). É instalado também, quando o risco de local no incêndio é muito alto, como em um depósito de papel e papelão por exemplo, material altamente combustível.

  • Os bicos estão instalados de acordo com o projeto?
  • Os bicos apresentam danos físicos ou corrosão?
  • A bomba de incêndio está devidamente instalada em local seguro e em pleno funcionamento?
  • A infraestrutura apresenta vazamento em algum ponto da rede?
  • As válvulas estão identificadas, abertas e sem vazamentos?
  • O fluxostato está conectado a central de alarme de incêndio?

Com o sistema de sprinkler explicado, passamos por todos os principais sistemas de prevenção e combate a incêndios. Existem outros mais complexos, mas pouco utilizados, como o sistema de extração de fogo por gás, muito usado em data centers por exemplo.

Em um próximo texto, ou até mesmo em uma atualização deste, irei incluir outros sistemas.

Dicas para manter seu Sistema e Equipamentos de Combate a Incêndio em dia

Para uma verificação completa e total, você precisa de ajuda de profissionais qualificados. Mas vou passar algumas dicas básicas para te ajudar a manter seus equipamentos em dia:

  1. Faça vistorias periódicas para se certificar que os equipamentos estão onde deveriam estar.
  2. Confira se os abrigos de hidrante estão com todos os equipamentos.
  3. Verifique se os extintores estão corretamente pressurizados e com todos os componentes.
  4. Cheque por vazamentos na tubulação de hidrante e sprinkler.
  5. Veja se alguma das placas de sinalização se soltou e caiu.
  6. Confira se as botoeiras manuais de alarme e detecção estão supervisionando (luz de led verde piscando).
  7. Certifique-se que as rotas de fuga e saídas de emergência estão sempre livres.

Contrate uma empresa de qualidade para fazer uma verificação profissional e completa no seu sistema, e que possa desenvolver um plano de manutenção para as necessidades de sua empresa ou imóvel. Só assim seu patrimônio e os ocupantes do edifício podem estar 100% seguros.

Quer saber mais detalhes?

Entre em nosso site www.ofos.com.br e visite nossas páginas no LinkedIn, Instagram e Facebook.

Gostou do que leu? Veja nos últimos artigos:

Incêndio na Cozinha | Como se prevenir

O incêndio nas Lojas Renner em 1976

AVCB vencido? Evite multas e sanções!

2 respostas
  1. Francisco Junior Franco
    Francisco Junior Franco says:

    Vítor Fernandes, boa tarde.
    Somos uma empresa pública, concessionária de energia elétrica. http://www.dme-pc.com.br/institucional/quem-somos

    Estou preparando uma especificação técnica para contratação de uma empresa para realizar manutenção em nosso sistema de hidrantes, por um ano.
    Os trabalhos seriam inspeção (manutenção preventiva), fornecimento de peças e equipamentos e troca (manutenção corretiva).
    A inspeção, os equipamentos e peças já possuem itens pré-determinados, em uma tabela.

    Gostaria de saber se tem interesse em participar de uma cotação.
    Francisco Junior Franco
    Técnico em Segurança do Trabalho

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp WhatsApp - Fale Conosco