Extintor de pó químico

Escrito por Vítor Fernandes

Diretor na OFOS com mais de 10 anos de experiência no mercado de prevenção e combate a incêndios

O Extintor de Incêndio de Pó Químico é, provavelmente, o equipamento mais versátil de combate a incêndio disponível. Além de ser a primeira linha de defesa em um incêndio, ele permite combater diferentes classes de fogo, facilitando a decisão do operador na hora da utilização.

O Extintor de Pó Químico

O Extintor de Pó Químico Seco é o mais versátil entre os extintores, pois pode ser utilizado em diferentes classes de incêndio. Ele é composto por partículas de um pó bem fino, que recebem tratamento para resistir a umidade e ao empedramento.

Neste texto você ficará por dentro dos seguintes tópicos:

  • As diferentes classes de Extintor de Incêndio;
  • Os diferentes tipos de Pó Químico existentes;
  • Para que serve o Extintor de Pó Químico;
  • O armazenamento adequado do Pó Químico;
  • A importância da rastreabilidade do Pó Químico;
  • Como descartar o Pó Químico que não será utilizado;
  • O Pó Químico dos Extintores faz mal a saúde?

As Diferentes Classes de Extintor de Incêndio

Antes de iniciar com aspectos mais técnicos, acho importante que você conheça as diferentes classes de incêndio. Elas servem para identificar qual tipo de extintor deve ser usado em qual tipo de incêndio. Se você por exemplo, tentar apagar um incêndio de líquidos inflamáveis com água, pode gerar uma explosão. A utilização incorreta coloca o operador em risco e ainda pode agravar o incêndio.

Veja a lista com as classes e suas utilizações:

  • Classe A: Para materiais como papel, madeira, tecido, plástico e borracha.
  • Classe B: Utilizado para líquidos inflamáveis.
  • Classe C: Serve para equipamentos e instalações elétricas.
  • Classe D: Age contra metais combustíveis, como magnésio e alumínio por exemplo.
  • Classe K: Usado em óleos e gorduras.

Os Tipos de Pó Químico

Existem dois tipos diferentes de pó químico que podem ser usados nos extintores. São eles:

Pó Químico BC

É o mais comum dos pós utilizados em extintores. O químico utilizado é o Bicarbonato de Sódio, que possui uma coloração branca. Pode ser utilizado nas classes de incêndio B e C.

Pó Químico ABC

O Fosfato de Monoamônico, o químico utilizado, tem uma coloração amarela e pode ser utilizado nas classes de incêndio A, B e C. Muito encontrado em carros é o mais versátil de todos os agentes extintores.

Não à toa, o extintor de pó químico ABC foi escolhido para ser o extintor oficial de veículos automotores. Seja incêndio causado por combustível, pane elétrica ou outro motivo, ele dá conta do recado.

Para que serve o Extintor de Pó Químico Seco?

O extintor de pó químico seco serve principalmente para apagar incêndio da classe B. Mas como já vimos acima, os extintores de pó químico são extremamente versáteis e podem ser utilizados em vários tipos de incêndio. Eles agem por abafamento, impedindo a combustão por falta de oxigênio, causando a extinção do fogo.

Sempre que se utiliza um extintor para se extinguir um princípio de incêndio, fica uma preocupação: será que o dano que a liberação do agente extintor fará não será pior que o próprio fogo? Por isso a importância de se usar o extintor correto, dependendo do material em chamas.

Imagine uma biblioteca, dona de vários títulos históricos, pegando fogo e sendo utilizado extintor de água para apagar. Será que o prejuízo com os livros ensopados de água será grande? Nesse caso o uso de extintores a base de pó seria muito mais adequado, pois apagaria o incêndio e traria danos mínimos ao material valioso.

Veja alguns procedimentos que são realizados por empresas picaretas, que violam a legislação e põe em risco a eficácia dos extintores de pó químico:

  • Misturar pó químico de diferentes procedências.
  • Completar a quantidade de pó faltante no cilindro, com um agente diferente ou de mesma marca e lote.
  • Peneirar o pó químico para ficar mais fino. Caso empedre, deve ser descartado.
  • A secagem do pó químico para retirar a umidade. Caso fique úmido, deve ser descartado.

O Armazenamento do Pó Químico

O armazenamento do pó químico deve ser seguir uma séria de regras para que mantenha suas características originais. Deve ser mantido em ambiente exclusivo com esse propósito, que seja fresco, seco e ventilado.

O local deve possuir revestimento com material que não permita a impregnação do pó, como azulejo por exemplo. Deve estar equipado com desumidificador e termômetro para que seja mantida a umidade abaixo de 55% e temperatura entre 18 e 30 graus.

Vale lembrar que se a empresa trabalhar com os dois tipos de pó, BC e ABC, deve possuir uma cabine separada para cada tipo de pó. Eles não podem ser armazenados juntos. Além disso, não podem compartilhar instrumentos e equipamentos, tendo que ser exclusivos.

A Rastreabilidade do Pó Químico de Extintor

Nem todo mundo sabe, mas o pó químico utilizado nos extintores tem validade de 5 anos. Isso permite que o pó, se rastreado corretamente, seja reutilizado durante sua validade.

Para ser reutilizado por uma empresa de manutenção e recarga de extintor, o pó químico presente no extintor deve ser de procedência dessa mesma empresa. Ela deve, obrigatoriamente, ter que ter feito a última manutenção e recarga nos 12 meses anteriores. Só assim é possível rastrear o pó e saber exatamente de qual lote pertence e sua data de validade.

Caso uma empresa de manutenção e recarga receba extintores, onde o serviço tenha sido feito por outra empresa, não poderá reutilizar o pó químico. Isso ocorre pois ela não tem a rastreabilidade do pó e, portanto, não pode garantir sua qualidade e validade.

Portanto, só é permitido reutilizar o pó se a empresa fez o serviço de manutenção nos 12 meses anteriores e se estiver no prazo de validade de 5 anos. A única outra possibilidade é se for um extintor lacrado de fábrica.

A Impossibilidade da empresa de demonstrar a rastreabilidade e o controle de entrada e saída do Pó utilizado, geram suspensão do Registro do INMETRO. Isso impede a empresa de prestar serviços.

Fique atento a empresas que não estão comprometidas com um serviço de qualidade. Elas colocam em risco o seu patrimônio e a vida dos ocupantes do seu imóvel. Procure por uma empresa séria e cobre dela a rastreabilidade do pó químico de seus extintores.

O Pó Químico dos Extintores faz mal à saúde?

Segundo a ABNT NBR 10.004 de Classificação de Resíduos sólidos, o Bicarbonato de Sódio (Pó BC) e o Fosfato de Monoamônico (Pó ABC) são classificados como resíduos de classe II não perigosos.

Isso não significa que seu manuseio não deve ser feito com cuidado. Ao fazê-lo deve ser utilizada máscara, luva e óculos de proteção. O contato direto do pó pode causar irritação na pele, olhos e nas vias respiratórias, gerando tosse, ressecamento da pele e vermelhidão na pele e olhos. Além disso, a exposição a longo prazo e repetida ao produto, por falta de uso do material de proteção, pode causar danos permanentes ao pulmão.

É muito comum, em brincadeiras de mal gosto, que alguém acione um extintor de pó em cima de outras pessoas. Além de ser uma brincadeira de mal gosto, vimos acima que pode comprometer a saúde daqueles expostos a nuvem química.

Como descartar o Pó Químico vencido ou estragado?

As empresas prestadoras de serviços de manutenção e recarga de extintor devem acondicionar o material a ser descartado e destinar ao seu fornecedor de pó químico. Estas empresas fabricantes ficam responsáveis por dar o destino correto, de acordo com a legislação.

O pó químico deve ser descartado como resíduo não perigoso e não inerte (Classe II A), conforme já mencionei. O material pode ser enviado ao aterro ou outras formas de eliminação, desde que atendam a legislação.

Quer saber mais detalhes?

Entre em nosso site www.ofos.com.br e visite nossa página no LinkedIn.

Tem curiosidade de saber como está a legislação contra incêndio hoje me dia? acesso este artigo que trata sobre as mais recentes mudanças.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp WhatsApp - Fale Conosco